Jovem grávida perde o bebê e morre um dia após o parto em hospiral no município de Mesquita: saiba mais




Jovem grávida perde o bebê e morre um dia após o parto em hospiral no município de Mesquita baixada fluminense, família acusa hospital de negligência

Diana tinha 21 anos e esperava a segunda filha, a jovem estava feliz com a chegada da segunda filhinha. Hospital Estadual da Mãe abriu sindicância para apurar as mortes.

Entenda o caso:

família de uma jovem grávida acusa o Hospital Estadual da Mãe, em Mesquita, na Baixada Fluminense, de negligência. A jovem identificada como Diana Gonçalves, de 21 anos, e a filha que esperava, Isabella, com 40 semanas de gestação, a jovem começou a perder líquido e sentir muitas dores. Foi duas vezes até o Hospital da Mãe. Segundo a família, lá foi medicada, mas os médicos orientaram que ela voltasse para casa.

Diana continuou sentindo os mesmos sintomas e voltou à unidade no dia 13 de dezembro. E, mais uma vez, voltou para casa.

“Ela disse que eles mandaram aguardar, que não tinha muito o que fazer”, disse a mãe, Maria Alice.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato