Diretor do presídio bangu, junto com chefes do TCP, realizaram festa de natal com 15 mulheres


Os dois responsáveis pelo presídio bangu, o diretor e o subdiretor da Penitenciária Jonas Lopes de Carvalho (Bangu 4), foram exonerados na tarde desta terça-feira (11), por causa de uma festa de orgia com a participação de 15 garotas de programas e os chefes da principal facção criminosa do estado do Rio de janeiro o comando vermelho, na unidade prisional que faz parte do Complexo Penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio.

De acordo com a apuração da Secretaria de Administração Penitenciária, a festa aconteceu na noite do dia 23 de dezembro do ano passado às vésperas do Natal e rolou a noite toda de muita orgia. A pasta investiga ainda se houve pagamento de propina aos agentes que estavam de plantão no dia que rolou a festa da orgia, para facilitar a entrada das 15 garotas de programas dentro do presídio.

No final da semana passada, Bruno Rulieri, da Vara de Execuções Penais, a VEP determinou uma busca e apreensão nas celas do presídio para apurar a entrada irregular de garotas de programas para os chefes do tráfico da facção criminosa conhecida como Terceiro Comando Puro. Os presos foram colocados em isolamento após determinação da Corregedoria da secretaria.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato