Milíciano conhecido como Chocolate é morto por cinco criminosos do comando vermelho: saiba mais


Um homem que seria milíciano foi morto durante um ataque a tiros em um posto de gasolina, na Estrada do Tindiba, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, na tarde desta quinta-feira. De acordo com informações que recebemos, o alvo do disparos na região do Pechincha seria um integrante da milícia do Tanque: Vinícius Valentim Guerra dos Santos, conhecido no mundo do crime como 'Chocolate'.

O chocolate estaria circulando pela Estrada do Tindiba, onde fica o posto de gasolina, quando cerca de cinco Traficantes supostamente do Comando Vermelho (CV) o atacaram. O milíciano era conhecido por ser o encarregado da cobrança aos comerciantes da região. 

De acordo com a Polícia Militar, o crime foi registrado como homicídio, sem autoria e motivação conhecida aonde desconhecida. A Delegacia de Homicídios da Capital (DHCapital) foi acionada, fez uma perícia no local e já instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da morte do milíciano chocolate. Agentes buscam imagens de câmeras de segurança para tentar identificar os autores da morte.

'Chocolate' havia sido preso em junho de 2020 por crimes de organização criminosa com a milícia e roubo. Na época, ele foi capturado no bairro do Tanque, mas só teria ficado pouco mais de um ano e meio atrás das grades, logo depois foi solto.

O milíciano era procurado em um inquérito da Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas da Polícia Civil que apurava uma possível invasão à comunidade da Chacrinha em 2017. De acordo com a especializada, durante as investigações ficou claro que Vinícius liderou a guerra  ocorrida e que expulsou milicianos rivais do bonde do Lica.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato