Jacaré é julgado e morto pelo tribunal do tráfico no complexo de Israel: Veja a foto e matéria completa


Um jacaré foi morto pelo tribunal do tráfico de Vigário Geral, no Complexo do Israel, Zona Norte do Rio de Janeiro. A ordem do assassinato partiu de Álvaro Malaquias Santa Rosa, o Peixão, chefe do Complexo.

Segundo moradores, um homem foi morto na comunidade e o jacaré foi ‘colocado’ para comer o cadáver. Álvaro Malaquias soube que o animal não fez o que chamam de ‘trabalho completo’ e ordenou que a Tropa do Aarão, nome dado aos criminosos da região, matasse o bicho.

A Policias Militar e Civil não foram acionadas para ocorrência. Não há informações sobre a identificação do cadáver.

Recentemente, um perfil viralizou no Twitter ao divulgar animais criados pelo tráfico em comunidades do Rio de Janeiro. A página, chamada “bichos do tráfico”, tinha imagens de diversos animais em meio a armamentos de guerra e com a identificação de cada facção criminosa.

FONTE: SUPER RADIO TUPI 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato